Cartas...



Cartas, não sei ao certo quantas te escrevi, quantos pedaços de papel gastei, para te dizer o que significavas para mim...
Cartas... momentos de solidão em que tinha que te dizer algo, que no mais íntimo de mim, sabia que nunca irias ler...
Pedaços de mim escritos em folhas de papel, tristeza, gritos, solidão, paixão, amor (quem sabe?!) transportados para palavras que tanto me doêm...
Cartas... guardadas em mim...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A Carta

Canção Simples - Tiago Bettencourt

Calma