Deixa-me...

Sai! Abandona os meus pensamentos...
Sai! Enquanto continuares aqui, não poderei seguir em frente...
Vai-te embora, pára de invadir a minha alma, pára de me prender a ti, foste tu quem me feriu, foste tu quem bateu a porta, preciso que vás!
Porque é que a minha cabeça, insiste em pensar em ti, porque é que o meu coração insiste em acelerar, cada vez que me falam de ti, porque é que os meus ouvidos insistem em ouvir a tua voz, porque é que o meu corpo, ainda procura as tuas mãos, porque é que as lágrimas continuam a cair, depois de tanto tempo... Porquê?!
Porque é que ainda te sinto meu?
Porque é que não consigo tirar-te de mim?
Porque é que ainda procuro uma resposta?

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A Carta

Canção Simples - Tiago Bettencourt

Calma