Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2006

James Blunt - Goodbye My Lover

Imagem
Did I disappoint you or let you down?
Should I be feeling guilty or let the judges frown?
'Cause I saw the end before we'd begun,
Yes I saw you were blinded and I knew I had won.
So I took what's mine by eternal right.
Took your soul out into the night.
It may be over but it won't stop there,
I am here for you if you'd only care.
You touched my heart you touched my soul.
You changed my life and all my goals.
And love is blind and that I knew when,
My heart was blinded by you.
I've kissed your lips and held your head.
Shared your dreams and shared your bed.
I know you well, I know your smell.
I've been addicted to you.
Goodbye my lover.
Goodbye my friend.
You have been the one.
You have been the one for me.
I am a dreamer but when I wake,
You can't break my spirit - it's my dreams you take.
And as you move on, remember me,
Remember us and all we used to be
I've seen you cry, I've seen you smile.
I've watched you sleeping for a while.
I'd be the father of your …

Vou ficar quieta!

Imagem
Vou ficar quietinha, enquanto a tua presença pairar aqui...
Vou tentar não me mexer, na esperança que as minhas memórias não me invadam os pensamentos e me torturem...
Vou fechar os olhos com força e esperar que a tua ausência não sinta o meu nervoso...
Vou respirar baixinho, para que o toque da tua mão não chegue a mim..,
Vou ficar quieta!

Até amanhã!


Senta-te aqui ao meu lado...

Imagem
Vem, senta-te aqui ao meu lado, e conta-me como foi o teu dia...
Anda, preciso de saber como estás, preciso de saber que te fez chorar, preciso de saber quem te fez sorrir!
Não me faças esperar, conta-me depressa cada passo teu, diz-me porque sorris, o que te deixa tão feliz?
Senta-te aqui ao meu lado, já não conversamos à muito tempo, guardei este lugar só para ti...
Porque não vens?! porque não sei nada de ti? porque continuo aqui sentada à tua espera...

Acho que me vou levantar... e esperar noutro lugar!

Noticias tuas...

Imagem
Tive noticias tuas... noticias trazidas por uma voz vinda de longe, que me disse como estavas... fiquei contente por saber que estavas bem, mas muito triste por saber que estavas bem sem mim... um acto egoísta talvez.
À muito que não sabia de ti, à muito que a vontade de te ver não surgia tão intensamente em mim... depois vem sempre a pergunta "ama-lo?" e depois vem sempre o baixar do olhar e a resposta "não... sei".
Tentei mostrar-me indiferente, juro que tentei... mas no fundo, gostei de saber de ti... mesmo sabendo que a tua vida já nada tem a ver com a minha, mesmo sabendo que o teu caminho nunca mais vai cruzar o meu... convenci-me que não prestas, e que vou mostrar-te que não preciso de ti, mesmo quando a minha vontade é estar contigo... foste tão importante na minha vida, nem tu podes imaginar!
O destino colocou-te na minha vida uma vez, espero que não coloque outra!

Até amanhã

No teu olhar...

Imagem
Ainda me lembro... daquele dia em que olhei para os teus olhos, pela primeira vez...
Nunca antes tinha reparado em como eram lindos,sinceros e transparentes... Nunca antes me tinhas mostrado um olhar tão infinitamente verdadeiro, um olhar de menino, que me dava tanta paz, que me prendia a ti!
Consigo descrever cada traço dos teus olhos, porque de certa maneira eles ficaram gravados na minha mente...

Os meus olhos têm necessidade de ver os teus...

Até amanhã

Leva-me pr'a casa - Lúcia Moniz

Imagem
Estou em mim,
Como um soldado que deserta...
Dou meia volta ao mundo em parte incerta,
Não sei como cheguei aqui...

Quiz ser tudo...
Estou mais só do que sozinha,
Chega mostra-me o caminho,
Leva-me pr'a casa... Pr'a casa!
Corre, vem depressa o tempo voa
Só anda às voltas, dá o nó
Não sei como cheguei aqui
Quiz ser tudo...
Estou mais só do que sozinha,
Chega, mostra-me o caminho,
Leva-me pr'a casa
O tempo voa...
O tempo voa...
Não sei como cheguei aqui...

Banco de Jardim

Imagem
Foi num banco de jardim, onde me sentei, que te "contei"... Foi lá naquele lugar que me dava tanta paz, que abri o meu coração e falei de ti... Contei o teu melhor, falei dos nossos momentos... Contei o teu pior, falei da tua partida, do meu sofrimento, de ti...
Foi num banco de jardim, que senti saudades tuas... que tive uma vontade enorme de te abraçar, de sentir a tua presença...
Foi lá naquele banco que deixei gravado o meu amor por ti...

Até amanhã!

Sentimentos confusos...

Imagem
Dá-me a tua mão, deixa-me sentir o teu cheiro, fica só mais um pouco!
Não!! Sai, vai-te embora, deixa-me em paz, essa que levaste contigo no momento em que partiste sem ao menos me dizeres porquê!
Fica! Quero-te só mais um pouco, deita-te comigo, até eu adormecer! Não!! Sai, não quero a tua presença, quero-te longe de mim, longe do meu ser...
Fica, por favor! Diz que me queres só mais uma vez, não vás embora já, abraça-me para que possa lembrar-me sempre do teu toque.
Não, não fiques, vai!

Sentimentos contraditórios invadem-me a alma, pensamentos antagónicos, fazem odiar-me, por não compreender o que sinto, o que quero, o que espero...
Tenho saudades tuas... mas não te quero!

Questões!

Imagem
Porque é que continuo a questionar a tua partida? É como se não conseguisse deixar o passado, no único lugar onde ele deve estar...
Porque é que continuo a pensar em ti e pior porque é que me tento convencer que já não significas nada e que foste um simples erro que entrou na minha vida!?
Foste e serás sempre o único, aquele, "o tal", que me fez chorar, que me fez sorrir, que me ensinou a amar! E nunca antes tinha amado tão intensamente, e mesmo agora não sou capaz de amar assim...
Marcaste a minha vida, deixaste uma ferida, apareceste, entraste e foste embora! Ainda me lembro das últimas palavras "eu volto, prometo", passou tanto tempo e a promessa continua por cumprir...
Tenho tanta pena, lamento tanto, a nossa história foi tão breve, tão estranha, tão triste...
Foste tu quem me fez deixar de amar, deixar de confiar, foste tu quem me ensinou a usar, e desprezar, a ser alguém como tu!!
Queria tanto que as coisas fossem diferentes, planeei tantas coisa, tinha tantos sonh…

Máscara

Imagem
Usas-te uma máscara, para que eu não pudesse saber quem verdadeiramente eras tu... a tua máscara era linda e deslumbrava qualquer um, tal como as tuas palavras...
Durante muito tempo, acreditei, que o teu falso ser, era verdadeiro, durante muito tempo conseguiste fazer como que eu me iludisse, com que esperasse por ti, com que te dê-se tudo de mim e depois a máscara caiu, e vi quem realmente eras, um ser desprezível, do qual não consigo deixar de pensar um minuto que seja, um ser que só me fez sofrer e no entanto daria a minha vida para poder olhar-te só mais uma vez!

Quem me dera que pudesses voltar a colocar a máscara...

Até amanhã!