Banco de Jardim

Foi num banco de jardim, onde me sentei, que te "contei"... Foi lá naquele lugar que me dava tanta paz, que abri o meu coração e falei de ti... Contei o teu melhor, falei dos nossos momentos... Contei o teu pior, falei da tua partida, do meu sofrimento, de ti...
Foi num banco de jardim, que senti saudades tuas... que tive uma vontade enorme de te abraçar, de sentir a tua presença...
Foi lá naquele banco que deixei gravado o meu amor por ti...

Até amanhã!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A Carta

Canção Simples - Tiago Bettencourt

Calma