Mata-me!


Mata-me de uma vez!
Mata-me, para que as tuas palavras, não me torturem tão lentamente!
Destrói-me depressa, porque assim consegues diminuir um bocadinho a minha dor!
Corta-me, rasga-me, pisa-me... Dessa forma, consegues o que sempre quiseste, acabar com o meu ser!
Mas fâ-lo já, porque estou no limite, já não aguento com todo o mal que me fazes!
Acaba comigo mas não tenhas pena de mim, porque a tua piedade, só me faz sentir mais pequena.
Arranca-me o coração, já que sem ele não puderei sentir mais nada!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Calma

A Carta

Segura-me