Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2007

Novo ano!!

Chegada a recta final de 2007, muita coisa há para dizer, este foi um ano especial, este velho ano que fica para trás trouxe muita coisa boa, trouxe algumas coisas menos boas, mas num balanço, foi sem dúvida um ano muito positivo.

À um ano atrás não fazia ideia do quão diferente eu estaria hoje, venci batalhas que nunca pensei vencer, ultrapassei barreiras quase inultrapassáveis, sonhei, amei, chorei, ri e fiz rir, fui magoada, mas também magoei!

Fica no passado um ano cheio de sonhos, que fui capaz de realizar, fiz amigos novos e não perdi os velhos, passaram na minha vida pessoas especiais e outras que só entraram para me perturbar... mas tive força para olhar em frente!

Neste novo ano que vai chegar, desejo tudo de bom, para mim, e para a Humanidade, espero que consiga encontrar o que falta do meu caminho em rumo da felicidade, mesmo que para isso tenha que abdicar de certas coisas em prol dos outros, espero que daqui a um ano possa fazer novamente um balanço positivo.

Desejo que a…

Natal!

Hoje é aquela noite, pela qual esperamos o ano todo, aquela que junta as pessoas que podemos não ver o ano inteiro, mas que nesta noite se juntam, e riem, conversam, abraçam-se, dizem que gostam umas das outras...
A minha familia está lá em baixo enquanto escrevo estas linhas, e a eles e aos que não estão fisicamente comigo, quero dizer que é neste dia que sinto que me fazem muita falta, porque não imagino passar este dia sozinha, que os amo mais que tudo, e que às vezes sou um bocadinho tonta em dar demasiado valor àquilo que é insignificante e esqueço-me do que é realmente importante!
A todos os que estão comigo sempre, e aos que não estão mas que pensam em mim com carinho desejo um belíssimo natal, que a paz e a amizade esteja sempre no vosso coração!

Hoje

Hoje apetece-me ficar num sitio escuro... e chorar baixinho para ninguém notar! A minha presença às vezes incomoda... outras vezes é indiferente!

Responde-me!

Tenho tantas questões para te fazer... Um dia tentei mas ouvi "estou farto de ti" e desisti...
Mas as perguntas surgem na minha cabeça todos os dias e não consigo compreender, por isso vou deitar tudo cá para fora, e se um dia "te lembrares" (como disseste) de ler o meu blog, pode ser que me respondas...
Em primeiro lugar, queria saber que mal te fiz, para me teres tratado da maneira que trataste, porque devo ter sido realmente muito cruel, devo ter-te tratado mesmo muito mal, porque se não tratei... não compreendo!
Gostaria de saber, porque me mentiste, afinal ela não era a "amiga do amigo", mas sim a tua amiga! Afinal os comentários que deixei no teu hi5, não desapareceram, tu não os aceitaste! Porquê?
Afinal aqueles "adoro-te" não significaram nada, pois não? Era tudo mentira!
Afinal todas aquelas palavras de carinho, eram vazias e sem fundamento... Não eram?
Afinal o que querias de mim? Diz-me, o que esperavas quando no dia 2 de Agosto decidiste…

Maldito!

Imagem
Maldita hora em que entraste na minha vida, maldito dia em que deixei que fizesses parte do meu mundo...
Maldito momento em que pensei que eras meu, maldita a vontade que tenho de te querer...
Malditas as palavras que proferi, malditas as lágrimas que chorei por ti...
Maldita sorte!
Odeio cada segundo em que o teu rosto invade a minha mente, odeio cada momento em que tenho a impressão de ouvir a tua voz... Odeio adormecer a pensar em ti, odeio saber que estás feliz, odeio saber que colocaste alguém no meu lugar...
Maldito sejas por me teres iludido, por me teres feito acreditar que eras tu "aquele"!

Há amores assim - Donna Maria

Imagem
Há amores assim, que nunca têm inicio muito menos têm fim...
Na esquina de uma rua ou num banco de jardim, quando menos esperamos... há amores assim!
Não demores tanto assim, quanto espero o céu azul, cai a chuva sobre mim, não me importo com mais nada, se és direito ou o avesso, se tu fores o meu final, eu serei o teu começo.
Não vou ganhar, nem perder, nem me lamentar, estou pronta a saltar de cabeça contra o mar!
Je t'aime, je t'adore um amor nunca se escolhe, mas sei que vais reparar em mim, yo te quiero tanto, e converso com o meu santo, eu rezo e até peço em latim...
Há amores assim, que nunca têm inicio, muito menos têm fim...
Na esquina de uma rua ou num banco de jardim, quando menos esperamos... há amores assim!
Não vou medir, nem jogar, eu quero arriscar, tenho encontro marcado, sem tempo nem lugar...
Je t'aime, je t'adore um amor nunca se escolhe, mas sei que vais reparar em mim, yo te quiero tanto e converso com o meu santo, eu rezo e até peço em latim...
Não dem…

Tantos Erros!

Imagem
Cheguei a casa, depois de ter estado sentada num café, com aquelas pessoas de quem tanto gosto e aquelas que me dizem tudo aquilo que eu preciso ouvir!
Depois de lhes contar partes da minha vida, sorriram para mim, e de uma forma muito especial comentaram, apoiaram-me, culparam-me...
Já cometi tantos erros, já caí tantas vezes, já me desiludi, já chorei, já gritei e nunca encontrei o meu lugar, nunca consegui encontrar o meu caminho...
Estou sempre à procura dos problemas, estou sempre a pensar no passado, faço questão de me envolver com as pessoas erradas! Todos os dias me olho ao espelho e penso que mereço melhor, mas o melhor nunca chega...
Entrego-me a quem não merece, procuro quem não existe, vivo numa constante ilusão, mas será que vai ser sempre assim?
São tantos erros, e todos iguais, será que não aprendo, será que sou assim tão imbecil, será que não compreendo que só se querem aproveitar de mim?
Será que não vou ter paz? Precisava tanto isto acabasse... Queria tanto ser feliz!
Que…

Odeio-me tanto!

Imagem
Às vezes odeio-me tanto, às vezes vejo em mim o pior ser que existe...
Questiono-me porque tenho k ser assim, porque não consigo controlar o meu pensamento, porque não consigo controlar os meus sentimentos!
Às vezes sinto-me tão mal, por magoar aquelas pessoas que sempre me ajudaram, e por ver felizes aquelas que sempre me magoaram... Porque tem que ser assim? Não compreendo! Se pelo menos as pessoas não gostassem de mim, eu não teria que estar sempre a magoá-las... Que sentimento estranho, está dentro de mim! Às vezes odeio-me tanto...

Apunhalei-ME!!

Imagem
Apunhalei-me, magoei-te e por isso senti a tua dor com a mesma intensidade! Dava tudo para não te fazer isto, dava tudo para dizer que te amo, dava tudo para não te sentires mal...
Acredita que para mim também não é fácil, se imaginasses como foi doloroso dizer aquilo que te disse... Senti-me tão egoísta, a última coisa que queria era magoar-te, porque és sem dúvida a pessoa que menos merece... e eu gosto tanto de ti!
Perdoa-me! Juro que não era minha intenção magoar-te, és tão especial que eu realmente devo ter algum problema para não me ter conseguido apaixonar por ti...

Há uma tristeza imensa no meu coração, só de pensar que estás a sofrer!

Desculpa-me!
Gosto tanto de ti

Se o amanhã não vier!

Imagem
E se amanhã não chegar? Muita coisa ficará por dizer... Muitas coisas ficaram por realizar... Mas a minha amizade tê-la-ás sempre, porque és muito especial, porque me compreendes, porque és muito sincero!
Se o amanhã não vier, ficarei com pena de não ter tido tempo para te conhecer melhor, lamentarei não te ter podido ouvir mais vezes!

Mas o amanhã chegará certamente!

Quero-te bem!

Num instante

Imagem
Num instante parei, sentei-me e olhei para mim...
Nesse instante, questionei-me sobre o que quero, sobre o que não quero, sobre as minhas certezas e as minhas incertezas...
Olhei para o que construi, olhei para o que deixei para trás e tentei adivinhar o que chegará até mim...
Sou uma pessoa com sorte, tenho aquelas pessoas, naqueles momentos, mas às vezes sinto que me falta alguma coisa... Será que falta aquele abraço dado por aquela pessoa? Será que falta aquela palavra proferida naquela altura?
Há momentos em que sinto que ninguém olha para mim, pensam que estou bem, quando na verdade estou prestes a cair, será que é porque pareço sempre bem? Será que ninguém repara?

Foi só um instante...

Não me quero enganar...

Não me quero enganar...
Não te quero enganar!
Quero dar os passos certos, para não me arriscar a tropeçar outra vez!
Quero ir devagar, porque tu és diferente, porque a situação é diferente!
Não quero que penses ou que sintas que eu sinto, coisas que posso ainda não sentir!
Quero guardar-te perto de mim! Isso é uma certeza!