Responde-me!

Tenho tantas questões para te fazer... Um dia tentei mas ouvi "estou farto de ti" e desisti...
Mas as perguntas surgem na minha cabeça todos os dias e não consigo compreender, por isso vou deitar tudo cá para fora, e se um dia "te lembrares" (como disseste) de ler o meu blog, pode ser que me respondas...
Em primeiro lugar, queria saber que mal te fiz, para me teres tratado da maneira que trataste, porque devo ter sido realmente muito cruel, devo ter-te tratado mesmo muito mal, porque se não tratei... não compreendo!
Gostaria de saber, porque me mentiste, afinal ela não era a "amiga do amigo", mas sim a tua amiga! Afinal os comentários que deixei no teu hi5, não desapareceram, tu não os aceitaste! Porquê?
Afinal aqueles "adoro-te" não significaram nada, pois não? Era tudo mentira!
Afinal todas aquelas palavras de carinho, eram vazias e sem fundamento... Não eram?
Afinal o que querias de mim? Diz-me, o que esperavas quando no dia 2 de Agosto decidiste entrar na minha vida? (É verdade ainda me lembro do dia, olha quanto tempo já passou!!). Responde-me!
Tens noção do que me fizeste? Tens?
Tens noção do que me passou pela cabeça?

És falso, não és?
És mentiroso, não és?
Não prestas, pois não?

Responde-me!
Ou será melhor estares calado, porque tudo o que me disseres será mentira?

Comentários

Gonçalo disse…
Não consigo compreender o que sentes, mas acredito que o tempo e as pessoas tornarão a tua dor cada vez mais leve e as questões cada vez mais insignificantes...e nessa altura conseguirás recordações meritórias:)
Besitos****

Mensagens populares deste blogue

Calma

A Carta

Segura-me