Apareceste

Não marcaste hora, nem lugar...
Não fizeste chegar um aviso, nem mandaste qualquer tipo de anúncio...
Apareceste!

Não estava à tua espera, mas recebi a tua chegada...
Não tinha lugar para ninguém, mas o teu estava marcado... Mesmo sem saber quem tu eras!

Não queria aprender mais nada, mas tu chegaste e ensinaste-me muitas coisas!
Já tinha visto tudo, e tu tiraste-me a venda dos olhos e mostraste-me o mundo inteiro!

Já não sentia nada e tu fizeste-me sentir tudo!
Já não sentia frio, quando chegaste para me agazalhar...

Queria desistir, quando tu me mostraste que a luta ainda estava para começar...
Estava sempre à espera de levantar, quando me mostraste que primeiro tinha que cair!

Não queria sentir saudades, quando tu me fizeste ver que saudades fazem bem!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A Carta

Canção Simples - Tiago Bettencourt

Calma