Segura-me

Segura-me no teu abraço, Agarra-me com força, Reserva-me o teu peito, para que eu possa pousar a minha cabeça, Dá-me a tua mão, quando me sentir cair, Mostra-me um sorriso quando precisar de força, Seca as minhas lágrimas e acalma os meus pesadelos, Dá-me a tua presença ainda que não estejas comigo. E eu, Segurar-te-ei no meu abraço, Quebrarei os muros que construíste em teu redor, Dar-te-ei a minha mão sempre que dela precisares, e Reservar-te-ei o meu colo para que possas nele encontrar paz.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Calma

A Carta